segunda-feira, 14 de março de 2016

A vida...

As vezes a vida passa por nós e leva-nos à frente sem qualquer tipo de contemplações.
O que somos, o que passamos, os sofrimentos, o que nos aconteceu, a nossa essência, os sacrifícios, o que demos, o que lutamos, as nossas conquistas, o nosso trajecto, o bem que fizemos...de nada serve para esses momentos.
Sentimo-nos à deriva e questionamo-nos o que de tão mal fizemos para que tanta coisa nos aconteça e gera sofrimento. Sentimos revolta e questionamos a vida.
.
Tudo isto é errado! Descobri que tudo isto é errado.
Em vez de nos questionarmos que mal fizemos para a vida ser tão dura para nós, devemos perguntarmo-nos o que é que a vida nos quer ensinar com o que nos está a acontecer.
Esta abordagem marca a diferença entre o queixar e o aprender. A vida, as vezes, é dura porque é a única forma que encontra para nos ensinar a crescer.

Escrevo isto por questões profissionais, mas na vida pessoal é a mesma coisa. Tudo uma questão de como enfocamos a vida.