sexta-feira, 12 de junho de 2015

Existem momentos que marcam e são uma prova que estas no caminho certo.
Quando te vi, tu com teus cabelos soltos, de mala na mão e o teu olhar, mesmo ao longe, iluminou todo o meu ser.
O meu coração disparou, tremia, sentia minhas mãos soar e meu peito tornou-se pequeno. O meu esforço em disfarçar. Entraste no carro e aquele abraço, o teu olhar, o teu sorriso apagaram os momentos que senti a tua falta e esqueci dos abraços que quis e não tive! Esse foi o meu melhor abraço.
Dias que me inundaste o meu ser, entraste em mim da forma mais presente e bela que alguém pode desejar. Teu toque, tua pele, teu cheiro, teu olhar, teu sorriso, tua forma de me tocar, teu sentimento, tua forma…e os momentos transformaram-se NO momento. Aquele momento em que sentes tudo, sais do chão, voas, e elevaste sempre de mão dada. O teu acordar….e aquele momento que tu ali, ao meu lado dormias…e eu a olhar para ti, ver teu ar tranquilo e calmo, tua expressão de mulher, e sentir meu sentir em cada respiro teu.
Os momentos pelas ruas da cidade, a partilha, o rio, os barcos, o simplesmente estar contigo!
Se tivesse que morrer, esse era o momento que escolhia para morrer! Morria feliz por tudo o que me fazes sentir….e porque estava ao teu lado

Este fim-de-semana fui FELIZ e acredito que tu tambem

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Será que algum dia vais ler estas palavras?
Será que faz sentido isto?

A leres, gostava de estar ao pé de ti! Melhor…gostava de ser eu a ler-tas! Representam muitos momentos de uma história que vai crescendo cá dentro.